Revista coloca ‘Thriller’ e ‘Vogue’ entre melhores clipes da década

A revista Billboard elegeu os 30 melhores clipes de todos os tempos, separados em décadas. Nos anos 80, Michael Jackson ficou com a primeira posição, com o clipe de Thriller.

Já nos anos 90, a princesa do pop, Britney Spears, assumiu o primeiro lugar, com seu primeiro sucesso, Baby One More Time. Nos anos 2000, Lady Gaga lidera o ranking, com o hit Bad Romance. A revista realizou uma votação com leitores da publicação.

Confira os dez eleitos de cada década:

Anos 80

1. Thriller, de Michael Jackson

2. Vogue, de Madonna

3. Girls Just Wanna Have Fun, da Cindy Lauper

4. Take On Me, do A-ha

5. When Doves Cry, do Prince

6. Sledgehammer, de Peter Gabriel

7. Hungry Like The Wolf, do Duran Duran

8. Walk This Way, de RUN-D.M.C. e Aerosmith

9. Every Breath You Take, do The Police

10. Rhythm Nation, de Janet Jackson

Anos 90

1. Baby One More Time, da Britney Spears

2. Scream, de Michael e Janet Jackson

3. Vogue, da Madonna

4. Freak On A Leash, do Nirvana

5. Smells Like Teen Spirit, do Nirvana

6. My Name Is, do Eminem

7. The Rain (Supa Dupa Fly), do Missy Elliott

8. Waterfalls, do TLC

9. November Rain, do Guns’N’Roses

10. Virtual Insanity, do Jamiroquai

Anos 2000

1. Bad Romance, de Lady Gaga

2. Toxic, de Britney Spears

3. I Write Sins Not Tragedies, do Panic! At The Disco

4. You Rock My World, do Michael Jackson

5. Single Ladies (Put A Ring On It), da Beyoncé

6. Disturbia, da Rihanna

7. The Real Slim Shady, do Eminem

8. Firework, da Kate Perry

9. Californication, do Red Hot Chili Peppers

10. Get Ur Freak On, do Missy Elliott

 

Fonte: Jornal do Brasil

Dermatologista de Michael Jackson é acusado de dopar cantor com remédios

Doutor Arnold Klein é acusado por seu ex-assistente de alimentar o vício de Michael em medicamentos, segundo o site TMZ

Enquanto Conrad Murray, o médico pessoal de Michael Jackson, aguarda julgamento por homicídio culposo do Rei do Pop, outro médico está sendo acusado de alimentar o vício do cantor em remédios. De acordo com o Site TMZ o dermatologista Arnold Klein está sendo processado por seu ex-assistente Jason Pfeiffer por vários danos psicológicos causados enquanto trabalhavam juntos.

Segundo a ação, Michael Jackson era um paciente frequente de Klein, em 2009, e por várias vezes teve que receber a ajuda de Pfeiffer para sair do consultório do dermatologista, por não conseguir ficar em pé, devido ao efeito dos remédios.

O assistente também afirmou no processo que chegou a comentar com o médico sobre sua preocupação com o excesso de medicamentos que o cantor estava recebendo, mas Klein teria apenas dito que “mantivesse a boca calada”. Ele afirma ainda que, em 2009, o dermatologista tentou prescrever uma receita médica de relaxantes musculares para Michael Jackson no nome do assistente. Por discordar da manobra, Pfeiffer se recusou a participar do esquema.

Em 2008, segundo a ação, o doutor também teria ajudado Michael Jackson a se livrar de uma audiência no tribunal emitindo uma nota de que o cantor estava com uma infecção, usando como prova um teste manipulado. Ainda de acordo com o TMZ, o assistente reclama que era obrigado a conseguir parceiros sexuais para o médico (incluindo prostitutas e mendigos) e a ajudá-lo a se arrumar para os encontros.

Pfeiffer, que se declarou como um ex-amante de Michael Jackson, disse que tem passado por sérios problemas emocionais devido ao tempo em que trabalhou com o dermatologista. Em resposta às acusações, um advogado de Klein afirmou ao site TMZ que o médico é um dos mais respeitados no país e que as declarações são completamente infundadas.

Fonte:Exame.com