Michael Jackson não morreu

Se depender do público que compareceu ontem à primeira (e infelizmente única) exibição de Bad 25,Michael Jackson não morreu.  Aliás, que público!!!. Jamais havia visto gente tão empolgada para ver um filme no CineSesc. Não eram cinéfilos, eram fãs do Rei do Pop. Não eram pessoas com 40, 50 anos. Eram jovens que, provavelmente, não tinham nascido quando Michael lançou Bad em 1987.

O documentário foi a forma de o cineasta Spike Lee homenagear MJ, com quem gravou, no Rio de Janeiro, o videoclipe de They Don’t Care About Us, em 1996. E é uma homenagem tocante. Se o igualmente ótimo This Is It se prendeu ao bastidores daquele que seria o último show de Michael, Bad 25foca em Bad, o álbum de 1987, que está completando 25 anos. Lee foi atrás de produtores, músicos, empresários… e famosos, como Mariah Carey, Sheryl Crow e Justin Bieber, para relembrar a importância do disco, faixa por faixa.

Há achados sensaci0nais, como MJ fazendo exercícios de voz ou cantando em espanhol I Just Can’t Stop Loving You, além dos bastidores de muitos, muitos videoclipes que saíram do LP – entre eles Smooth Criminal, Liberian Girl e, sobretudo, Bad, dirigido por Martin Scorsese (há cenas deste grande diretor revendo o trabalho, gravado numa estação de metrô do Brooklyn).

A sessão foi uma atração à parte. Com o CineSesc lo-ta-do, parecia que os fãs não estavam vendo um filme – e sim um show do ídolo. Fizeram silêncio absoluto durante as entrevistas, como se quisessem absorver mais e mais informações sobre o astro. Mas quando Michael aparecia, a plateia vinha abaixo entre urros e gritinhos histéricos.

O documentário, que, até onde sei, não tem previsão de lançamento no Brasil, termina com Michael Jackson cantando Man in the Mirror, num show em Wembley, em 1988. A música toca inteirinha e o excelente som da sala preenchia todo ambiente. Não à toa, os espectadores aplaudiam com o entusiasmo e euforia como se Michael estivesse ali, ao vivo.

 

Fonte: 

Veja cena do documentário de Spike Lee sobre Michael Jackson

Foi divulgado um trecho do documentário de Spike Lee (“O Plano Perfeito”) sobre o álbum “Bad”, de Michael Jackson. O vídeo mostra o cantor no set do clipe de “The Way You Make Me Feel”. Enquanto ele canta, o coreógrafo Vince Paterson dá seu depoimento sobre a capacidade que Michael tinha de hipnotizar quem estivesse ao seu redor. “Nós tivemos que parar de gravar, porque as pessoas simplesmente congelavam”, conta.

Sem título definido, o filme irá mostrar uma face mais pessoal do cantor e trará depoimentos de estrelas como Kanye West e Mariah Carey. “Nós dividimos em duas partes: artistas atuais que foram influenciados por Michael e pessoas que trabalharam lado a lado com ele – músicos, compositores, técnicos, engenheiros, funcionários da gravadora e parceiros de Michael”, contou o cineasta, que trabalhou com o popstar na direção do clipe “They Don’t Care About Us” e o considerava seu amigo.

O documentário fará parte de um material produzido para as comemorações do 25º aniversário do álbum “Bad” (1987), que sucedeu a “Thriller” (1982) e contava com faixas como “Smooth Criminal”, “The Way You Make Me Feel”, “Man in the Mirror” e a própria faixa-título “Bad”. O álbum será relançado com faixas adicionais, um DVD e outros materiais bônus. O documentário ainda não tem data de lançamento definida.

Sem título

 

Fonte: Terra

Spike Lee vai dirigir documentário sobre Michael Jackson

“Temos cenas nesse documentário que ninguém nunca viu”, garante diretor

O cineasta norte-americano Spike Lee planeja lançar um documentário sobre Michael Jackson, divindo-o em duas partes, sendo a primeira delas focada na produção do álbum Bad, que ganhará uma nova versão no dia 18 setembro. As informações são do site Huffington Post.

“Temos cenas nesse documentário que ninguém nunca viu, coisas que o próprio Michael filmou, bastidores. Temos acesso liberado aos cofres… Eles escreveu 60 demos do disco Bad. Só 11 passaram, então pudemos ouvir muito desse material também, foi uma grande experiência”, revelou o diretor.

Sem título definido, o filme também irá mostrar uma parte mais pessoal do cantor e traz depoimentos de estrelas como Kanye West e Mariah Carey. “Nós dividimos em duas partes: artistas atuais que foram influenciados por Michael e pessoas que trabalharam lado a lado com ele – músicos, compositores, técnicos, engenheiros, funcionários da gravadora, parceiros de Michael até o maior sucesso de todos os tempos, Thriller”, contou.

Além do documentário, Lee também irá realizar seu já tradicional show em tributo à Michael no Prospect Park, em Nova York. “Será ainda maior e melhor neste ano. Este ano vamos focar no álbum Bad, no 25º aniversário dele, mas ao mesmo tempo vamos abranger todo o seu repertório, incluindo o Jackson 5”, garantiu o cineasta.

 

Fonte: Terra

 

Documentário inédito de Michael Jackson vai a leilão

A fita foi filmada durante a turnê do rei do pop Dangerous World

 

Um documentário inédito do rei do pop, avaliado em 4.000.000 de libras (R$ 112.156,00), vai a leilão no final deste mês. Filmagens do backstage dos shows da turnê Dangerous World, que aconteceu entre 1992/1993, foram transformadas em documentário, mas Michael não gostou do filme final, despedindo o cineasta responsável, e acabou dando a única cópia existente a um motorista sem nome, que agora decidiu colocá-la à venda. 

O motorista – que afirma que Michael lhe deu o filme como uma “recompensa ou um bônus” por seus “serviços de transporte” – manteve a fita em segredo até a morte do astro, ocasionada por uma overdose de Propofol em junho de 2009. 

Embora advogados de Michael tentem reivindicar direitos exclusivos para o documentário, um juiz decidiu em favor do motorista, alegando que a fita era um presente, portanto, de propriedade de quem a recebeu, embora revogou que nenhuma reprodução pudesse ser feita. 

O documentário de duas horas com certeza é de grande interesse, pois apresenta imagens dos bastidores e contém imagens de Jordy Chandler, que acusou Michael de abuso infantil. 

Ted Owen – chefe da casa de leilões Fame Bureau, que será responsável pela venda do material – disse: “Eu estou muito animado que, finalmente, esta fita será vista por causa de sua qualidade, a quantidade de câmeras usadas e a proximidade de Michael.” 

A fita será leiloada no dia 26 de novembro. 

FONTE: O Fuxico

Private Home Movies Legendado

Vendo esses vídeos é possível ver claramente a pessoa maravilhosa que michael sempre foi. Não somente por ser o REI DO POP, mas por ter um coração enorme e maravilhoso.

Sem dúvidas,Michael é uma das melhores pessoas que conheci em toda minha vida.

Lindo, puro, bondoso, caridoso, em fim são tantos adjetivos que podem classificar essa pessoa tão especial que Michael “é”, além de muiiiiito sexy!!!!!Uffffffffa! Põe sexy  nisso!!!



Miguel Neto lança a obra “Da África para América”

Este domingo, dia 13 de Fevereiro, o apresentador de televisão Miguel Neto publicará oficialmente o seu primeiro DVD que contém uma grande reportagem em Los Angeles. Esta obra em vídeo, retrata o semblante de um sem número de pessoas que presenciaram as exéquias fúnebres do astro norte-americano da música, Michael Jackson, por sinal ocorrido dia 7 de Julho de 2009 no Staples Center. Com uma duração de 1h40 mn, este DVD intitulado “Da África para América”, será lançado no Parque da independência em Luanda, local habitualmente escolhido para o primeiro contacto dos artistas angolanos e seus respectivos fãs, residentes na capital. De recordar que, aos 8 de Março de 2009, Miguel Neto apresentou em Luanda a sua primeira obra literária intitulada, A Sarrabulhada do Miguel Neto, um livro com 112 páginas que através de várias crónicas, versou sobre a ética e o social da província de Luanda.

Fonte: Televisão Pública de Angola

Estate “satisfeito” Discovery Jackson Puxado Doc

Os co-executores de Michael Jackson é de propriedade “pensar Discovery Channel fez a coisa certa, quando arrancou um documentário de sua programação do Reino Unido que foi a característica de uma reencenação da autópsia MJ.

1104_mj_BN_Getty_01
Um representante da John Branca e John McClain diz TMZ “, o co-executores do espólio de Michael Jackson têm o prazer que o Discovery Channel fez a decisão correta ao optar por cancelar este programa de exploração.”

Os co-executores passou a dizer que sentem os fãs de Michael desempenhou um papel importante na decisão da Discovery, dizendo: “Enquanto Discovery citados processos judiciais e nosso pedido de que as razões para sua decisão, nada disso teria acontecido se não tivesse sido para o incrível paixão exibido por inúmeros fãs de Michael Jackson em todo o mundo sabia que eles estavam ali como um e que suas vozes não podem ser ignorados. ”

Como para todos os futuros planos para o ar o show, Branca e McClain disseram, “Nós somos esperançosos que este programa nunca será executado em qualquer mercado no futuro.”

Fonte: TMZ